mardi 7 février 2012


Mana, tu não precisas sequer de ter as medidas certas
Pois tu és uma mulher feita que nunca brincou com bonecas.
Esse espelho não reflecte definitivamente quem tu és
Tu és tão pura e transparente que eu consigo ver através
Ao invés de quem tudo investe no que veste como um escape
No revés és quem investe no que veste como um disfarce
Não deixes que o tempo se arraste, como um problema pendente
Antes que esse peso nefaste te torne numa pessoa doente

1 commentaire:

Henrique do Carmo a dit...

Gostei e muito do pouco que vi do teu blog! Segui, segue o meu também ;)