lundi 24 janvier 2011

É que nem venhas

Qual é a tua? Tinhas de vir agora. Agora! Porquê agora? Estava tão bem sem ti, tão mas tão bem. Até andava feliz por não estares presente no meu dia a dia. Mas voltaste e estragaste tudo. Eu vivo bem sem ti, eu não tinha saudades tuas, nenhumas mesmo. Desaparece de uma vez por todas e traz me a minha pequena felicidade. Traz me o calor, o sol, a luz e leva o vento, o frio, o gelo e a chuva. Vai, Vai agora ! Vai e nunca mais quero ouvir falar de ti.

1 commentaire:

A Foxy - a dit...

Ás vezes sinto o mesmo :x