mardi 24 août 2010

# 137

As roupas que usas não escondem o coração que vestes.
As máscaras nunca tapam os olhos que mostram a alma que és.
Tenho uma máscara, mas não é para esconder a minha alma… é para o meu estado de espírito. Deparei-me com isto hoje numa conversa nossa. Sei que estás preocupado e sei que não podes fazer nada, mas eu tenho medo, muito medo. É algo que pode mudar a minha vida, as nossas vidas. É algo que eu de momento não quero, e temo que esta idéia, esta pequena sombra que me persegue, não seja só isso. Não é somente uma sombra ou um pesadelo que me invade os sonhos. Pode ser tudo verdade, tudo muito real. É isso que receio. Não há nada que me possa acalmar de momento. Só preciso de saber a verdade e estou farta de esperar. Parte de mim já sabe a resposta, a outra ainda não encontrou coragem para enfrentar a verdade. Por fora posso estar bem, sorrir como normalmente faço, como antes disto ter acontecido. Mas por dentro, isso já é outra história. Até não saber a verdade, irei usar a máscara para que ninguém desconfie. Para não haver filmes. Eu não quero isto. Não agora. Amor, eu tenho medo.

3 commentaires:

- joanaarochaa a dit...

que lindo .

Ás de Copas a dit...

"As roupas que usas não escondem o coração que vestes. As máscaras nunca tapam os olhos que mostram a alma que és."

Está lindo, gostei tanto

Daniela a dit...

Gostei do blog. *